Fechar
[contact-form-7 404 "Not Found"]

Copa do Mundo 2018: conheça as regras de Marketing da FIFA

Por staloblog
25 de maio de 2018

Junho é o mês de falar de festa junina, certo? Não! Em 2018 o que está em pauta mesmo é a Copa . Aliás, perceberam que não utilizamos o complemento “do Mundo”? Essa é apenas uma das regras de Marketing da FIFA para quem trabalha com comunicação e deseja desenvolver campanhas para o evento.

A lista é grande. Para utilizar referências e termos relacionados à Copa é preciso ser um patrocinador. Se a empresa para a qual você trabalha não é uma Coca-Cola da vida, então é melhor ficar atento às restrições para não dar bola fora e tirar o seu time de campo antes do fim do jogo. Confira:

Não utilize a marca da FIFA, por favor!

O que é proibido: as logos, marcas e fotos são de propriedade intelectual da FIFA, com direito a registro em órgãos nacionais e internacionais. Por isso, você não pode utilizar nenhum desses elementos nas suas campanhas publicitárias.

Além disso, existem algumas palavras, slogans e frases que são restritos apenas aos patrocinadores e à instituição. Veja quais são e guarde bem:

  • Copa do Mundo;
  • Copa 2018;
  • Copa da Rússia;
  • FIFA;
  • Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018.

Para não ter problemas, faça uma pesquisa antes de utilizar algum item através do site do INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial). Afinal, você não quer receber multas ou ter dor de cabeça com um processo na justiça, não é mesmo?

Quanto às imagens e aos designs oficiais, é preciso ficar atento, eles podem ser registrados ou não, mas podem possuir direitos autorais:

  • Imagens do mascote;
  • Emblema oficial da Copa;
  • Pôster oficial;
  • Tabela de jogos do mundial;
  • Troféu;
  • Qualquer identidade visual das competições do evento.

O que é permitido: apesar das regras de Marketing da FIFA trazerem uma certa limitação para a nossa criatividade, ainda existem algumas formas de envolver a sua comunicação na Copa e trazer grandes resultados para a sua empresa.

Quanto às palavras, é possível utilizar termos que o público possa identificar do que se trata. São elas:

  • Copa
  • Copa Mundial
  • Campeonato Mundial

Se você trabalha em um jornal ou blog e deseja fazer uma matéria jornalística ou um editorial, fique tranquilo! Desde que não seja utilizado para fins comerciais, promocionais e/ou de Marketing, a regra não valer para você.

É melhor maneirar no Marketing de Vendas

O que é proibido: entender o motivo de toda essa restrição é bem simples. Para os detentores da marca e patrocinadores, produzir um grande evento envolve muito trabalho e criatividade. Por isso, não está certo outras pessoas pegarem o projeto pronto e utilizar para lucrar.

Justamente por isso, você não pode utilizar elementos da Copa para fazer uma promoção com intenção de atrair compradores para a sua loja. Para a organização isso é tratado como Marketing de Emboscada.

O que é permitido: se você é, por exemplo, dono de um bar, pode sim fazer uma promoção de 3 cervejas por 2 em dias de jogos do Brasil. O que não vale é utilizar os elementos para lucrar direta ou indiretamente.

Também é proibido utilizar imagens não autorizadas em posts de redes sociais ou materiais físicos de divulgação.

Pirataria? Tô fora! Pego minha bike e vou embora

O que é proibido: acho que nem precisamos explicar muito sobre este item, não é mesmo? A pirataria, além de proibida em qualquer situação, é um crime grave.

Camisas da seleção, chaveiros, bonés, chinelos, miniaturas do mascote, ingressos ou qualquer outro produto falsificado não são permitidos. Isso é bem claro nas regras de marketing da Fifa e também na lei. Apenas os patrocinadores podem distribuir ou vender esses itens.

O que é permitido: utilizar a criatividade, claro! Coloque a cabeça para funcionar e saia da caixa. Pense no que você pode fazer com as cores da bandeira ou com uma simples bola em miniatura.

É possível tirar insights legais e diferenciados que, com certeza, agradarão muito o seu público.

A seleção brasileira pode estar no coração, não no Marketing

O que é proibido: você deve estar pensando: “mas o que a FIFA tem a ver com a seleção brasileira?”. É verdade, nessa parte a FIFA não tem marca registrada, mas a CBF sim.

Apesar de serem instituições diferentes, as regras de Marketing da Fifa se aplicam à CBF também. Dessa forma, ao citar a nossa pentacampeã, é preciso tomar alguns cuidados.

Sua empresa não pode utilizar o termo “Seleção brasileira”. Assim como também está proibido usar os emblemas da CBF e qualquer elemento característico de um dos patrocinadores do nosso time do coração.

O que é permitido: utilizar a palavra “Seleção” ou “Seleção verde e amarela” está valendo. Aqui você precisa ter criatividade para falar sem comprometer a imagem e o bolso da sua empresa com multas.

O que diz a nossa legislação

A Copa do Mundo é o maior evento esportivo e consegue atrair vendas para a cidade sede e para os países que participam dos jogos. Por isso, é normal que as marcas queiram visibilidade nessa época para atrair clientes.

Para não ter dor de cabeça, é preciso respeitar as regras de Marketing da FIFA e de outras instituições, como a CBF, e todas as marcas patrocinadoras da Copa. Confira as leis:

  • Lei nº 9.279/96 – Lei da Propriedade Cultural Em vigência desde 1996, essa lei serve para regularizar os direitos e deveres dos detentores da criação cultural, envolvendo indústria, comércio e prestação de serviços. Quem descumprir essa lei pode ser processado, multado ou até mesmo preso;
  • Lei nº 9.610/98 – Lei de Direitos Autorais – É proibido utilizar a criação de alguém ou alguma empresa sem autorização. Isso vale para fotografia, textos, design, vídeos e muito mais;
  • Lei nº 8.078/90 – Código de Defesa do Consumidor – O consumidor também deve ser protegido conforme ao código de defesa destinado a ele. Por isso, é proibido deixar o cliente confuso ou passível de erros devido ao seu Marketing.

A regra vale também para a utilização de propagandas e promoções enganosas e que lesem o consumidor. Principalmente levando-o a acreditar que a sua marca faz parte dos patrocinadores da Copa;

  • Código do CONAR – o Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária proíbe o uso do Marketing de Emboscada para benefícios e vendas.

A Copa do Mundo traz diversão, união e muita euforia para o nosso país. Além disso, as pessoas costumam gastar mais nessa época com elementos do evento e, claro, com bebidas e comidas.

Todo mundo tem espaço para faturar. Basta ter bastante criatividade e respeitar as regras de Marketing da FIFA. O ideal é que você consiga mesclar a representação da copa com o seu produto. Afinal, não é à toa que já ganhamos o título mundial de criatividade.

Se você achou esse artigo interessante, compartilhe nas redes sociais com os seus amigos. Dessa forma, todo mundo fica informado e consegue marcar um gol de placa no Marketing.