Fechar
[contact-form-7 404 "Not Found"]

Momento de Perguntas

Por staloblog
18 de junho de 2019

Vi recentemente uma frase que resume bem o raciocínio que gostaria de apresentar e que reflito há algum tempo: “Se não temos as respostas, precisamos criar as perguntas”. Você já refletiu a quantidade de vezes que se deparou com conteúdos que falam da necessidade de mudanças e adaptações? Mas, na prática, o que realmente tem mudado para suprir essas necessidades? Todo o tempo vemos em artigos, colunas, eventos, entre outros, o cenário que se move rapidamente, apresentando estudos, projeções, o que o consumidor quer e o que os profissionais de marketing precisam. Nesse desenho, existem muitas incertezas e opiniões, mas o mercado mineiro apresenta pouca experimentação. As agências ousam pouco e não apresentam novidades.

Em um país em que ainda somos treinados desde muito novos para acreditar que a CLT é garantia e estabilidade e que estudar para concurso pode te dar uma tranquilidade futura, os empreendedoras e/ou gestores de comunicação poderiam experimentar mais. O pouco que vi até agora são mudanças de nomes ou conceitos, remendando ou requentando processos de um modelo tradicional de agencias que é muito questionado. E isso atende o que o futuro da comunicação pede?  Para estes, até quando existirá on e off, já que as gerações que nos impulsionam para frente não sabem que existiu um mundo só off? Tudo isso não é simplesmente comunicação?

Qualquer bom livro ou palestra sobre empreendedorismo atual vai nos ensinas que o futuro das organizações será formando por modelos de negócios. E, nesse ponto, o que as agências estão apresentando de novo para seus clientes? Já li e ouvi que o mercado se prostitui, se queima, que verbas são diminuídas e resultados são cobrados cada vez com mais ênfase. Claro que há muita verdade nisso, mas o que realmente deveríamos questionar não é o que agências, departamentos e profissionais de marketing têm oferecido de novo às organizações aqui em Minas?

Diante de tudo isso, a empresa que presido apresentará ao mercado um novo modelo de negócio no mês de julho. Estamos criando perguntas para ter as respostas que nossos clientes precisam. Não é só mudança de nome ou conceito. Não é ser mais uma agência. Será uma nova forma de imergir em suas dores e propor soluções.

O momento é de questionamentos. Se não temos todas as respostas, criem as perguntas.

Euler Mendes – Sócio diretor Stalo Comunicação.

Artigo para o Jornal O Tempo.